O que mudou com a Nova Coleção Iniciativa Vingadores??


Fala galera,

Sou eu aqui de volta para falar um pouquinho sobre a nova coleção, Iniciativa Vingadores e todas as mudanças e as “bagaças” que ela poderá fazer nos decks adversários. Lançada há mais ou menos um mês, a nova coleção de Battle Scenes mostra que um novo jogo surge, com inúmeras possibilidades e com o crescimento de poderes antes pouco utilizados nas metas atuais.

Se o objetivo da Copag e seus criadores era causar alvoroço no cenário dos card games, gerar expectativa aflorando o espírito consumista do ser humano e consequentemente, aumentar o público e as vendas, pode-se dizer que contrataram o Mercenário para comandar as ações de Marketing, “pois ele não erra”! E realmente, não houve a meu ver qualquer erro aqui.

Ações coordenadas de divulgação de spoilers geravam cada vez mais expectativas, decks eram criados com o simples despertar de uma nova carta e “Guerras Secretas” já começavam a ser travadas, a espera era ansiosa até a data do próximo spoiler, novos cálculos eram realizados nas finanças domésticas para que a grana já estivesse reservada para assegurar suas 2 ou 3 booster boxes, os grupos do Whatsup eram uma verdadeira “Guerra Civil” enfim, o universo Battle Scenes certamente não seria mais o mesmo. E não será...

Apesar de inicialmente mostrar que a mesma estaria vinculada ao novo filme dos maiores heróis do universo, a nova coleção mostrou e trouxe muito mais benefícios para o jogo como um todo. É verdade que os Vingadores e principalmente os Ultrons vieram muito fortes e, na minha opinião, serão os decks tribais que mais aparecerão nos próximos torneios, mas afiliações como Sexteto Sinistro, Hidra, IMA, Tropa Alfa, etc, ganharam novas opções e trouxeram a possibilidade de jogar com algo além do obvio, algo além do básico e principalmente, a expectativa de que, se com 600 cartas lançadas já “piramos” desta forma, imagine o que poderemos fazer para “destruir nossos amigo e ganhar o direito de zoá-lo até à próxima semana?” quando chegarmos a 3000.

Vampira V2 além de linda é, na minha opinião, a melhor carta de Battle Scenes até hoje lançada. Uma carta que entra com a camisa 10 em qualquer deck: “Toca pra ela que ela resolve”, utilizando todos os poderes dos cards de habilidade que estiver carregando, com uma ação imprevista e de antecipação simplesmente espetacular e que ainda se regenera ao utilizá-la. Perfeita!

Uma das 2 cartas EV da coleção, o Caça-Hulk se impõe e mete medo em qualquer adversário. O card conta como um personagem Homem de Ferro permitindo assim ser buscado pelo Tony Stark, sua ação é muito forte, causando 4 pontos de dano sendo penetrante se o alvo tiver super-força e quando entra em cena, causa uma quantidade de dano penetrante à um suporte igual a energia inicial do mesmo. Colocando uma pitada de sadismo e maldade, acredito que busca e apreensão cairia bem em um deck com esta criança, não?

Ainda na linha dos personagens, coloco em destaque o Abutre como um dos melhores da coleção na minha opinião e em breve mostrarei isso à vocês em um novo report de deck. Sua ação não é forte, seus poderes comuns mas já ajuda o Sexteto na geração de recursos, mas a sua passiva é maligna, capaz de levantar sua gangue e trazer o Sexteto como um deck extremamente competitivo ao qual ainda veremos muito nos próximos torneios. O Abutre torna qualquer membro do Sexteto capaz de trazer outro comparsa tornando o deck para mim o melhor buscador do jogo, trazendo eficiência para deck, que poderá contar com menos personagens e mais habilidades e principalmente, mais cenários... vinde à mesa Mystério.

Destaque entre os cenários, Impetuosidade, tornando imprevista as ações de um personagem que esteja em cena desde o início do turno, podem decidir uma partida sem qualquer chance de defesa de um oponente, mesmo que para isso tenha que pagar um custo alto de entregar o personagem que utilizar esta ação nos prêmios de seu adversário.

Energia Estática por sua vez fornece à todos os energéticos o gostinho de ser um pouquinho como a “ultra” Pyro, causando 2 pontos de dano na preparação. E o Pyro entrando em cena com esta possibilidade?

Destaque entre os suportes, a Torre Stark chega para ajudar os Vingadores à se tornar um dos principais tribais do Battle Scenes. As possibilidades de dano e combo na preparação são imensas com suas capacitações e uma mesa repleta de vingadores.

Entre as habilidades, Impossível de se ver e Explosões no Laboratório e Ziguezague chegam para entrar diretamente nos meus decks. A primeira é espetacular. Ação de custo (0) que causa 1 ponto de dano na preparação ou na antecipação e caso seja a primeira ação do turno, causa +2 pontos de dano. Explosões no Laboratório ajudarão muito a evitar ver sua mesa limpa de uma hora para outra, removendo dos recursos do adversário cartas como Concentrar Poder ou Entrada Triunfal e Ziguezague não há muito o que dizer: Carta muito forte e que continua mostrando que vôo ainda é o melhor poder de Battle Scenes, imunizando o personagem de danos na preparação que antes não tinham qualquer defesa.

Enfim, se com 600 cartas lançadas já “piramos” desta formar, imagine o que poderemos fazer para “destruir nossos amigo e ganhar o direito de zoá-lo até à próxima semana?”...

...Que venham as 3000 cartas, que venha mais e mais BS

Abraço à todos e até breve

http://thehalloflegends.blogspot.com.br/

#Cards #BSIV #Marvel #Regras #Report #thehalloflegends

7 visualizações

cecathionline.com