cecathionline.com

Falando de BSFE - Guardiões da Galáxia


Ouga Chaka Chaka Chaka... Ouga Chaka Chaka Chaka... Ouga Chaka Chaka Chaka... I can't stop this feeling Deep inside of me Girl, you just don't realize What you do to me...

When you hold me In your arms so tight You let me know Everything's all right, ahahah

(TODO MUNDO!!!) Aaaaaah.... Aaaaaaah.... Aaaaaah...

I'm hooked on a feeling

I'm high on believing

That you're in love with me!!!


Fala Pessoas!!!

E aqui estou eu mais uma vez para falar da história de uma afiliação e sua representatividade dentro do Battle Scenes e dessa vez... Como puderam notar... Falaremos de Guardiões da Galáxia!!!

Depois de dois filmes, todos sabem quem são eles, mas será que você realmente sabe como os Guardiões surgiram no mundo das HQS???

Pegue tudo que você assistiu nos filmes ou leu nos quadrinhos mais recentes da Marvel, faça uma bolinha de papel e jogue no lixo mais próximo, porque o time original não tinha nada em comum com os que conhecemos agora.

Criados por Arnold Drake e Gene Colan, os Guardiões da Galáxia foram introduzidos em 1969 na HQ Marvel Super-Heroes #18. Estes Guardiões são da realidade alternativa conhecida como Terra-691, e os seus eventos ocorrem no ano 3000 desse universo.

A equipe fundadora era composta por 4 personagens de diferentes planetas: - Vance Astro (Terra): É um mutante com o poder de afetar a matéria com a sua mente. Através da geração de energia psiônica, ele projeta rajadas devastadoras como ataque explosivo. Vance é ainda um líder inspirador, um piloto excepcional e chegou a usar o escudo do Capitão América, morto a muito tempo na linha temporal de onde essa equipe vem. - Martinex (Plutão): O homem de cristal tem uma pele impressionante composta por um isótopo de silício orgânico. Esta pele especial faz com que ele consiga aguentar temperaturas muito mais extremas que um ser humano comum. Martinex tem o poder de disparar rajadas de calor da sua mão direita e raios de gelo da sua mão esquerda. Ele consegue ainda sobreviver no espaço sem precisar de equipamento e tem visão perfeita mesmo na escuridão total. - Charlie-27 (Júpiter): O sobrevivente da colônia de Júpiter possui um corpo adaptado para a exigente vida nesse planeta. Isso significa que o corpo de Charlie é 11 vezes mais maciço que o de um humano. Seus ossos e músculos são muito mais densos, algo que confere ao herói uma força sobre-humana comparado com o de um terráqueo normal. A sua resistência é 4 vezes superior ao de um ser humano e a sua pele é muito mais densa, sendo assim mais imune a balas comuns. - Yondu (Centauri IV): Está reconhecendo o nome? Yondu Udonta é interpretado por Michael Rooker no cinema mas seu personagem é muito diferente do original dos quadrinhos. O Yondu que pertencia aos Guardiões da Galáxia é o último da sua tribo aniquilada pelos Badoon. Sem poderes sobre-humanos, Yondu possui um sexto sentido que era comum a toda a sua tribo. Esta habilidade faz com que ele seja capaz de criar relações empáticas com outras formas de vida. Profundamente ligado à natureza, Yondu tem a capacidade de entender a vida selvagem de um planeta como poucos. Ele é capaz de detectar substâncias que outros não sentem, descobrir elementos específicos das várias plantas e é ainda sensível a entidades místicas. Com mais força e resistência que um ser humano, Yondu tem ainda como arma de preferência o arco e flecha.


Os heróis se uniram para combater os invasores Badoon que tinham conquistado a Terra e suas colônias planetárias. Eles escolheram o nome Guardiões da Galáxia e rapidamente se tornaram a principal resistência contra a ocupação Badoon.

Viajaram até a Terra do século 20 para recuperar a gravação da primeira invasão falhada dos Badoon. Chegados a esse século, os Guardiões encontraram os Defensores e estabeleceram uma parceria com eles. Depois de ajudarem a derrotar o monstro Eelar, os Guardiões viajaram com os Defensores para o século 31. As duas equipes juntas lutaram contra o império Badoon, e foi nessa época que Águia Estelar se juntou aos Guardiões da Galáxia.

Trabalhando em conjunto, os heróis conseguiram derrotar a opressão dos invasores. Os Defensores retornaram ao século 20 e os Guardiões se tornaram exploradores espaciais após a conquista do seu grande objetivo. Foi em uma viagem intergaláctica que recrutaram a mercuriana Nikki para a equipe.

A “Saga Korvac” é considerada uma das histórias mais populares da Idade de Bronze dos quadrinhos. E foi a participação dos Guardiões na batalha contra Korvac que deu legitimidade a estes personagens dentro da Marvel.

O Thor da Terra-616 (a nossa) viajou até o futuro dos Guardiões da Galáxia para avisar a equipe sobre o perigo que representava o vilão Korvac. No século 20 de Thor, existia uma versão mais jovem do herói Vance Astro, chamado Vance Astrovik. Ele foi considerado um alvo provável de Korvac e os Guardiões viajaram com Thor para o seu universo para enfrentarem o inimigo. A equipe do futuro combateu juntamente com os Vingadores contra Korvac e saíram vitoriosos.

Os Guardiões da Galáxia caíram na obscuridade durante largos anos até a entrada dos criadores Dan Abnett e Andy Lanning. O duo queria revitalizar o lado cósmico da Marvel com um evento épico e personagens marcantes.

E assim nasceu o evento Aniquilação e a renovação total dos Guardiões da Galáxia. Adaptando o conceito do time espacial para um público moderno, a dupla Abnett e Lanning foram buscar vários personagens cósmicos subvalorizados a quem deram uma nova vida.

Com a renovação da equipe, o seu universo também foi modificado. Os novos Guardiões da Galáxia estão localizados na linha temporal da Terra-616, o mundo principal do universo Marvel.

Este novo time foi fundado por Peter Quill, o Senhor das Estrelas, como resposta à necessidade da proteção da galáxia. Após o evento devastador da Aniquilação, o universo estava precisando de uma força defensora como os Guardiões da Galáxia.

Senhor das Estrelas recrutou Adam Warlock, Gamora, Drax o Destruidor, Mantis, Phyla-Vell, Rocket Raccoon e Groot. O nome de Guardiões da Galáxia foi algo sugerido por Vance Astro da equipe original. O herói estava congelado no tempo e longe da sua realidade quando foi descoberto pelos Guardiões atuais.


Knowhere (também conhecida no Brasil como Sabeonde ou Luganenhum) é a estação espacial que serve de base de operações para os Guardiões. Foi por recomendação de Richard Rider, o herói Nova, que a equipe usou esse local como quartel-general.

A estação está construída na cabeça decepada de um Celestial de identidade desconhecida. Os Celestais são uma raça cósmica com poderes aparentemente divinos e com um passado de experimentação em formas de vida menos evoluídas.

Um cão superpoderoso chamado Cosmo é o chefe de segurança da estação. Originário do programa espacial soviético, Cosmo foi lançado para a órbita da Terra em um experimento científico, mas acabou por se perder e chegar a Knowhere. Desde então, o cachorro recebeu várias mutações que fizeram com que ganhasse superpoderes e uma inteligência avançada.


A nova formação dos Guardiões sofreu problemas logo no seu início quando Gamora descobriu o plano secreto de Peter Quill. O Senhor das Estrelas tinha pedido a Mantis que influenciasse telepaticamente os outros heróis para que eles se juntassem aos Guardiões.

Isso levou a um afastamento temporário de Gamora e Adam Warlock e uma separação de vários elementos para diferentes missões. Durante a Guerra dos Reis, os Guardiões tentaram evitar o conflito entre os Kree e os Shi’ar mas sem sucesso. O seu quartel-general acabou por ser atacado pelas duas raças imperiais.

Durante o ataque, Águia Estelar levou o time para o futuro onde eles conheceram a equipe original da Terra-691. Mais tarde viriam a enfrentar um dos mais inimigos de Adam Warlock – Magus – e até tiveram de se unir a Thanos para destruírem o Câncerverso.

Atualmente, os Guardiões estavam presos na Terra depois que sua nave foi destruída durante os eventos de Guerra Civil II. Eles foram o reforço surpresa da Capitã Marvel contra as forças do Homem-de-Ferro. Em breve, eles voltarão para o espaço, deixando o planeta por um bom tempo!

No Battle Scenes:

Os Guardiões surgiram pela primeira vez logo de cara lançados na segunda coleção, Evolução Tática, com Rocket Raccon e Serpente da Lua. Em Multiplas Identidades, a quarta coleção, saiu nosso amigo Groot.

Porém foi em Invação Cósmica que os Guardiões se tornaram um deck Tier 1, que era muito forte na preparação com a Nave do Capeta. Saíram praticamente todos os personagens da formação mais atual dos quadrinhos acompanhados da bendita Nave, Cenário e alguns personagens da formação original.

Esse deck era extremamente forte e versátil, sobrevivendo até o lançamento de BSOS (e alguns mais insistentes ainda jogaram com ele durante essa coleção), que alias veio com dois personagens que não acrescentaram nada, Mantis e "Grootinho" (ou Groot V2).

Em Guerra Civil, saiu a Cammi, mas seu foco era mais o de reforçar a S.H.I.E.L.D. do que propriamente os Guardiões. Depois do limbo das últimas coleções, Forças Estelares foi anunciada com data de lançamento próxima ao filme Guardiões da Galáxia Vol. 2.

Pronto, a galera que jogava de GdG ficou "oriçada", já imaginando quais reforços viriam para o deck que tanta gente gostava. E a cada card que saia, todos iam criando uma imensa expectativa. A cada card... A cada Reprint... Víamos a jogabilidade do antigo deck sendo copiada e, aparentemente, melhorada. Até que os V2 Ultra apareceram: Senhor das Estrelas e Serpente da Lua. Pronto! Todos imaginavam que a passiva da Serpente faria com que a metralhadora de dano da Nave dos Guardiões voltasse mais forte.

Todo mundo feliz, mas depois do lançamento... Bom... Lançou... Ai... Tá... Lançou... A galera montou... E...

Novas, Krees, Tentáculo e até H.Y.D.R.A. de mãos dadas com Deadpool sapatearam na cara deles... Pelo menos por aqui (Baixada Santista), os melhores montadores de deck estão se batendo para fazer Guardiões jogar no nível dos outros.

São 12 poderes... DOZE... 1... 2... 3... 4... 5... 12... Dentro do um Deck de afiliação que, se pararmos para pensar, não temos um, dois ou até três poderes predominando com outros sendo a acessórios. Apesar de bons e ótimos cards individualmente, juntos não formam um time que monte a mesa com a mesma velocidade dos decks falados anteriormente.

Sr. das Estrelas V2 já foi visto em vários decks de Voo, AE e AeD... Yondu em decks de Lâminas e Agilidade... A Serpente em decks de controle... O Adam em vários decks... Mas eles juntos.... Pqp... Até ver um rodando eficientemente, vai ficar com aquele jeito de "poooooo... Cartas fod@! Mas funciona?"

Caso qualquer um de vocês tenha uma lista efetiva... Deixe o link nos comentários... Me façam acreditar novamente nesse deck!

Abraços a todos!

#BSFE #Cards #Review

54 visualizações