Análise Gringa: WandaVision Ep 02

Atualizado: Fev 3

Vamos todos ser gratos porque WandaVision foi lançado com dois episódios no Disney Plus. O primeiro mergulha de cabeça em seus estilos de sitcom enquanto oferece poucas pistas sobre o que está por vir. Sem um segundo episódio, não haveria como dizer para onde o show iria, tal é a natureza desconcertante deste show da Marvel surpreendentemente delicioso.


No entanto, com a sequência já aqui no dia do lançamento, sabemos algumas coisas: sim, vamos realmente revisitar uma era de sitcom diferente a cada episódio, e sim, as coisas realmente estão prestes a ficar muito, mas muito estranhas para Wanda e Visão enquanto este mundo da TV implode em torno deles.


Agora vimos um helicóptero vermelho interromper a configuração em preto e branco, um apicultor estranho saindo de um bueiro e o rádio perguntar: "Quem está fazendo isso com você, Wanda?". Pelo que parece, podemos provavelmente adivinhar que a agência S.W.O.R.D. (eles são como a S.H.I.E.L.D., mas lidam com questões extraterrestres) está tentando resgatar Wanda e Vision deste ambiente estranho.

Também é importante notar que Teyonah Parris aparece aqui como Geraldine, que não é uma Geraldine, mas Monica Rambeau; uma versão mais jovem do personagem apareceu em Capitã Marvel e, nos quadrinhos, a própria Monica herda o nome de Capitã Marvel, sendo antecessora de Carol Danvers.


Enquanto ela se faz de tímida aqui, fingindo ser outra cidadã da idílica cidade americana, podemos esperar que seus verdadeiros motivos logo se tornem claros. E isso nos leva a perguntar, quem está mantendo a mente de Wanda como refém? Meu dinheiro é que Wanda, de alguma forma, faça isso a si mesma, na esperança de ficar com a Visão um pouco mais (para não esquecermos, a Visão deveria estar morto), mas não há dúvida de muito mais nesse enigma.

Esse mistério central é muito bom, mas não é isso que é agradável no WandaVision. Enquanto o primeiro episódio se inspirou no “Dick Van Dyke Show”, o segundo parece “a Feiticeira”, copiando a mesma abertura animada daquela sitcom dos anos 60. A série “a Feiticeira” segue uma mulher que, na verdade, é uma bruxa fingindo ser uma dona de casa americana comum... Parece familiar?


As homenagens, incluindo todo o fiasco do concurso de talentos do bairro, são maravilhosamente representadas e há referências suficientes para fazer qualquer amante de sitcom flutuar para o paraíso da TV.


Elizabeth Olsen e Paul Bettany são mais uma vez excelentes. Nos filmes, há pouca carne no relacionamento do par, mas em apenas dois episódios, é difícil não se sentir investido no romance, fazendo com que as intrusões do mundo exterior pareçam ainda mais intrusivas.

Bettany é o destaque desta vez: a brincadeira do Visão tentando se misturar com seus companheiros não-robôs é engraçada, mas não exagerada, e o bêbado e embriagado Visão traz muitas risadas durante um show de talentos que deu errado. Na verdade, o desempenho mágico de “Ilusão e Glamour” é um cenário notável e não algo que você esperaria ver em uma série da Marvel: um ano atrás, se alguém tivesse dito que a primeira série do estúdio de super-heróis no Disney Plus apresentaria um episódio inteiro de paródia de “a Feiticeira” e terminando em um show de talentos, eu não teria acreditado em você.


Essa é a beleza de WandaVision, no entanto. Em dois episódios, foi incrivelmente bizarro, especialmente para um programa destinado a lançar a Fase 4 da Marvel. Com base em duas performances perfeitas, há muito o que amar, e este episódio tem o equilíbrio perfeito entre intriga e travessuras divertidas de sitcom - vamos espero que eles não exagerem em nenhum dos aspectos nas próximas semanas. Se os fãs da Marvel que desejam uma série cheia de ação ficarão satisfeitos, é outra questão ...


* Tradução: Equipe Cecathi On-Line

* Origem: Gamesradar.com

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo