Please reload

Posts Recentes

A Revolucionária Nova Coleção de Battle Scenes

February 23, 2016

Fala, galera! Beleza?

 

Vamos falar mais um pouco de Battle Scenes?

 

Durante as últimas semanas estamos acompanhando os lançamentos dos spoilers da próxima coleção do nosso querido jogo, e logo de início já vimos que essa será uma coleção de grandes mudanças para o metagame em todos os formatos de Battle Scenes. Obviamente toda coleção tem incrementado o jogo, desde ET (segunda coleção) até Ofensiva Surpresa (atual), cada uma trouxe novidades que elevaram o cardgame a novos níveis estratégicos que vão muito além da “trocação” de golpes.  Enquanto as primeiras coleções introduziram elementos simples e fundamentais para o jogo (como ações imprevistas, novos poderes, etc) Guerra Civil vem mostrando um refinamento estratégico, continuando com o lançamento das Habilidades-Surpresa, suportes arrasadores e personagens que quase sempre possuem um texto fixo.

 

Em pouco tempo de spoilers (imagino que menos da metade do total deles) já podemos notar cartas que farão parte de quase todos os decks competitivos de alto nível e que provam que muitas cartas extremamente fortes não tem sua lâmina brilhosa, como Zzzax, Gerador de P.E.M. e até mesmo União Inabalável.

Esses três cards parecem anunciar uma forte tentativa da nova coleção de acabar com um dos combos preferidos de alguns jogadores: Pyro+ Adagas Psíquicas+ Portal pro Microverso (e todas as suas variantes).

 

Observamos também uma possível, mas ainda duvidosa, projeção do deck SHIELD ao nível do metagame. Vários agentes SHIELD (aliás, o Matacapa com vôo promete!), o tão esperado Aeroporta-Aviões e até mesmo a Mulher-Hulk foram lançados com esse objetivo.

 

Por sinal, essa é a coleção do “8 ou 80”, ou melhor 1 e 2 ou 6 de Energia, pois os personagens intermediários não se destacaram tanto quanto os grandões, como Hela e Vigia, ou os minions, como o já citado Zzzax, MataCapa e os personagens  I.M.A., por exemplo.

 

Curiosamente esta coleção mostrou forte divergência da parte dos players e dos criadores do jogo no que se refere às raridades das cartas. Como já dito acima, cartas quase fundamentais para o novo metagame que se inicia são no máximo raras, enquanto a por muitos odiada Mulher-Hulk é Ultra-Rara. Todavia, a raridade das cartas já tem se mostrado algo voltado apenas para a coleção, visto que cards como Ciclope v2 e Homem Molecular são Ultra-raros, enquanto Retirada Estratégica e Investigação Silenciosa (!!!!!!) nem foil são.

 

Falando das habilidades mais especificamente,  podemos observar que Ataque Energético ainda é um poder que sofre com o lançamento de Concentrar Poder (lá atrás, nos primórdios, em Evolução Tática) e não teve seu “range” de habilidades diversificadas. Não há nem ao menos uma habilidade imprevista para este poder, e até mesmo o dano antes causado por ele pode ser substituído por habilidades de poderes muito mais amplos, como Elasticidade, Vôo e até Telepatia. Devido às poucas habilidades lançadas até agora, não sabemos a situação da coleção nesse quesito, mas a princípio,  Necromancia, Reação Explosiva e Fragmento de Asteroide não parecem representar cartas fortes o suficiente para merecerem um espacinho nos decks mais competitivos.

 

Assim, a coleção parece, pelo menos até o momento, tentar equilibrar as coisas, enfraquecendo o que antes dominava as mesas de Battle Scenes por ai.

 

Por fim, como já foi dito, o jogo tem se tornado cada vez mais complexo. Houve um tempo em que a cena era o único foco das partidas, mas desde Ofensiva Supresa, e agora reforçado em Guerra Civil, observamos que o jogo se tornou mais envolvente, pois cada jogador deve construir sua estratégia e deck preocupando-se com todos os elementos do jogo, desde os personagens em cena, passando pelos recursos e quantidade de cartas no deck, até as cartas na mão do oponente.

 

Então, é isso. Fico por aqui, mas não sem antes dizer que de uma coisa eu tenho certeza: está cada vez mais difícil escolher apenas 60 cartas para montar seu deck, não é mesmo? (rs)

 

Abraços a todos e até mais!

Please reload

Please reload