Please reload

Posts Recentes

Report do Campeão: Ascensão Asgardiana!

August 1, 2016

E ai, jovens, como estão? Aqui quem fala é o Jhonattan (vulgo Jhon/ MisterJhon/ PokeJhon, rs) e desta vez eu serei o responsável pelo report da última rodada da Liga Battle Scenes – Cecathi/ Torneio Tribal - Ascensão Asgardiana da qual eu fui campeão e que ocorreu no dia 31/07 aqui na cidade de Santos. 

 

Primeiramente, antes de começar o report, tenho algo a dizer:

BIIIIIIIIIIIIIIIIIIRRRRRRLLLLL! Voltou o monstro, p#*&%! Illuminati é o c#*&%! BIIIIIRLL!!!!

Ok, com isso fora do meu peito, acho que podemos começar, rs.

 

Serei sincero desde o início com vocês: eu não esperava vencer. Aqueles que me conhecem e acompanham a cena de BS aqui na baixada santista sabem que eu não ando muito animado com o jogo, porém, com a chegada da nova coleção, estou tentando continuar no cenário competitivo, ainda que de uma maneira mais descompromissada.

Justamente por não esperar vencer o torneio eu não me dediquei muito a memorizar as partidas, algo em que eu já não sou muito bom. Considerando isso e pensando em um auxílio maior para os leitores, farei esse report para descrever a minha visão do jogo no dia, a construção do deck, suas estratégias e um pouco do que aconteceu pelo caminho até a vitória.

Uma das coisas que mais me incomodam no Battle Scenes é o não compartilhamento de informações, principalmente deck lists, então vamos começar por ela.

 

Esse era meu segundo torneio tribal nesse formato novo da Copag. No primeiro escolhi usar os Illuminati e foi um verdadeiro fiasco. É um deck com o qual eu simplesmente não me dou muito bem e, mesmo sabendo que provavelmente seria a melhor aposta, eu não queria usar tantas invasões secretas como achei que deveria (vários jogadores estão usando Illuminatis aqui) e decidi ir com um deck de Vingadores parcialmente inspirado em um deck que o Luis Guilherme usou contra mim no torneio tribal anterior. Essa escolha também se justificava porque ele havia declarado que ia de Guardiões da Galáxia e como o Layon ia de Illuminati eu montei algo para derrotar os dois já que são os primeiros colocados da Liga, seguidos por mim em 3º.

 

 

Vamos ao deck Vingadores – Trincheira Elástica:

 

Personagens(20)

1 Alto Evolucionário (PERSONAGEM SEM AFILIAÇÃO VINGADORES)

2 Homem De Ferro v2

2 Homem-Aranha v3

2 Homem-Formiga

2 Jaqueta Amarela

3 Mulher-Aranha

2 Mystério  (PERSONAGEM SEM AFILIAÇÃO VINGADORES)

3 Vampira v2

2 Vespa

1 Visão v2

 

Cenários (10)

1 Bater Em Retirada

2 Descobertas Infindáveis

2 Entrincheirados

1 Investigar Ruínas

1 Invocar Relampago

1 Posicionamento Estratégico

2 União Inabalável

 

Suportes (06)

1 Câmara Neutralizadora

1 Gerador De P.E.M

2 Maquina De Bloqueio Mental

2 Torre Stark

 

Habilidades (24)

3 Amarras Invisíveis

3 Armadura De Combate I.M.A

1 Cólera Solitária

1 Cubo Cósmico

1 Dispensar Intelecto

1 Fúria Descontrolada

1 Incursão Surpreendente

3 Investigação Silenciosa

1 Joia Do Infinito

1 Manto De Levitação

3 Reestruturação Muscular

1 Simbionte - Venom

2 Sufocamento

2 Tecnoassalto

 

Estratégia do deck: O deck tem como base duas jogadas relativamente simples:

1º Baixar personagens antecipadores (Mulher-Aranha, Vampira v2, Homem-Aranha v3) e o Mystério puxando entrincheirados sempre para evitar danos antes da antecipação, onde meu deck reina. Para melhorar a estratégia, perceba que todos os personagens citados usam Amarras invisíveis, o que permite antecipações que me deixam capacitado para desferir sufocamentos, aríetes hidráulicos e outras coisas no meu turno.

2º Em partidas difíceis, descer a Torre Stark e a Máquina de Bloqueio Mental para virar o jogo ou defini-lo, pois são poucos os decks tribais que possuem um poder de capacitação muito alto (os Vingadores tem Torre, Homem-Aranha v3, Vespa, etc) e esta também é uma fraqueza Illuminati.

Outras táticas extremamente eficazes do deck são:

- Abrir jogo com Mystério+Invocar relâmpago (como o ímpeto não é tão forte nesse formato limitado, provavelmente ele ficaria vivo para o turno 2)

- Baixar o Alto Evolucionário e Entrincheirados para protegê-lo e, nos turnos seguintes, abrir o deck e buscar exatamente o personagem necessário para cada situação.

- Baixar o Homem de Ferro para atrapalhar Illuminatis.

- Abusar da vantagem de poder usar Homens-Formiga e Jaquetas à vontade e não tomar  nenhum que não seja de outro deck de vingadores.

 

Disputei ao todo 4 partidas. Meus oponentes neste torneio foram:

1º Thiago Garcia (Cecathi) (Mestres do Terror)

2º Marlon (Sentinelas)

3º Luis Fernando (Arautos de Galactus)

4º Luis Guilherme (Vingadores)

 

Partida 1: Eu comecei com Homem de Ferro e alguns draws (não me recordo se veio Descobertas Infindáveis, Tecnoassalto ou Investigação). Meu personagem carregava 2 armaduras I.M.A, ou seja, não morreria tão cedo. No turno dele, ele baixa Ultron 61112 e eu já começo a ficar irritado porque é quase uma afronta usar Ultrons contra mim, rs. Ele faz algumas jogadas, baixou outro personagem (acho que Barão Zemo com Armadura) e um Embaralhador Eletrônico. No meu turno eu faço Mystério, começo a buscar cenários, baixo PEM para neutralizar o Embaralhador e enrolar a partida enquanto compro com o HdF inatingível com suas armaduras (BIIIRL!). No turno dele o Mystério vai embora, mas outro surge no meu turno. Por volta do meio da partida ele retira o 61112 que estava com poucas habilidades, baixa o 14 com o 61112 carregado embaixo, além de Bumerangue, Capitão Louco vindo do recurso e Diablo, todos antecipando. Na minha mesa estava ainda o HdF, o segundo Mystério havia sido nocauteado, mas eu consegui montar uma Mulher-Aranha, Vampira e um Homem-Aranha, todos bem carregados com habilidades e que entraram investigando. Minhas três amarras apareceram no jogo muito rápido e toda vez que ele tentava bater eu usava uma Amarras e uma ação para neutralizar tudo. A cada turno eu derrubava um personagem inimigo enquanto os meus ficavam de pé mesmo com poucas cartas. Por fim o Thiago comprou um Atacar até Derrubar que veio atrasado, permitindo que eu finalizasse a partida com 16 pontos.

 

Partida 2: A escolha do Marlon foi no mínimo arrojada: sentinelas. Minha mão estava absolutamente magnífica. Eu comecei jogando e abri com Descobertas+ Visão+2 Tecnoassalto. No turno dele ele me baixa um Sentinela (não o robô, mas o herói 8/5) e me bate 6 de dano levando meu Visão numa lapada só (mais tarde vimos que jogamos errado, pois o Sentinela só poderia bater no turno de entrada se eu tivesse mais pontos do que ele e naquele momento a partida estava 0 a 0. Missplay nosso que me prejudicou). Continuando a partida, com aquela quantidade de cartas que comprei no turno 1 + Mystério buscando cenários todo turno, consegui fazer uma mesa recheada com Mulher-Aranha, Homem-Aranha v3 e mais um personagem. Neutralizo os ataques dele e passo. No turno dele ele baixa uma sentinela robô 5/2 e neutraliza meu cenário entrincheirados. Eu paro os ataques dele e ,no meu turno consigo fechar os dois personagens e posicionar uma jóia. Sem draws, ele baixa uma sentinela com o cenário Quebrar com tudo e leva meu Mystério, pois eu defendi os Vingadores com União Inabalável, já que um deles carregava a jóia, fundamental para parar as investigações dele e impedir q ele voltasse para o jogo. No meu turno, com os pontos na mesa, não havia mais nada a fazer e eu ainda segurava uma Torre Stark na mão o que finalizaria o último Sentinela solitário.

 

Partida 3: Se o Marlon foi arrojado, imagine o Luis Fernando com um Deck de Arautos de Galactus. Começamos o jogo, rolei o dado e venci a iniciativa de novo. No turno 1 consegui montar um vingador (não recordo qual) e um Mystério. Acredito que a partida acabou aqui, pois dei um invocar relâmpago e ele tinha apenas Mystério, cenário do Galactus, Surfista e habilidades cósmicas na mão. Tirei o cenário, o que impediria o Luis de colocar o Galactus. Nas contagens dele os dois cenários restantes caíram nos recursos, impedindo que o personagem principal dele entrasse. Acho que ele não usava invasão secreta, então não pôde baixar o Mystério. Recheei a mesa com 4 personagens antecipando e batendo bastante devido a compras e investigações que usei à vontade. Por fim, ele baixou um Surfista  e um Destruidor que foram derrubados nos turnos seguintes aos quais entraram em cena. Na contagem o deck dele acabou e eu sai com a vitória.

 

Partida 4: Então, lembram que eu havia dito que me preparei para Illuminati e Guardiões da Galáxia¿ Pois é...não tinha NINGUÉM com esses decks! Para piorar os três primeiros colocados da Liga estavam de Vingadores e eu enfrentaria o 2º agora em uma mirror match.

Eu abri com Mulher –Aranha investigando, ele me jaquetou. No turno dele fez Formiga e jaqueta investigando. Eu investiguei no meu turno e baixei Mystério com cubo. Na sequencia fiz a pior jogada da minha vida: busquei invocar relâmpago e usei. Ele não tinha cenários e ainda matou meu Mystério na antecipação (havia perdido uma carta pelo cubo). No turno dele, ele investigou com formiga e a mulher aranha tinha manto, então ele só conseguiria dano batendo com dois personagens, passou o turno. No meu turno mais investigação e nada de mudanças. Baixei mais um personagem e passei. No turno dele ele fez toupeira e começou a devorar meus recursos bons. Nessa altura eu consegui dar três amarras nele, uma em um turno e duas no outro.  Ele colocou um Aranha v3 em campo e para parar um ataque meu teve que gastar algumas antecipações surpresa que estavam na mão. Quando percebi que ele tinha apenas duas cartas na mão, parti para o rush. Baixei o que pude, incluindo Mystério, Vampira, Homem de Ferro e a Mulher-Aranha (acho que ele derrubou uma delas e eu baixei outra). Investiguei como pude e baixei o combo de máquina de Bloqueio e Torre. Na troca de turnos, tudo era muito técnico, pois cada um tinha apenas 2 minutos restantes para jogar. Ele ainda fez uma Cassandra prendendo a Vampira, conseguiu nocautear o Mystério e passou. Eu derrubei Cassandra e Jaqueta com sufocamento (acho) e Torre . No turno dele, ele rende o Formiga que estava inútil em campo por causa da máquina de bloqueio,  baixa um Pantera Negra, mas como apenas o Aranha v3 fazia ações por causa da capacitação extra que ele tem, o Pantera não esboça muita reação. No entre turnos ele mata mais um personagem meu, indo a 14 pontos, mas o tempo dele acaba. A partida finalizaria com meu turno e a derrota de um personagem dele, totalizando 17 pontos.

 

Peço desculpas mais uma vez pelo report embaralhado, mas realmente não estava preparado para fazê-lo. Espero que a deck list e uma explicação rápida das estratégias centrais tenham compensado.

 

Agradeço à Cecathi que é simplesmente espetacular em tudo o que faz. O compromisso da loja com os jogadores é simplesmente admirável. Parabéns!

 

E assim se encerra a temporada Guerra Civil. Domingo que vêm teremos pre-release draft – Ascensão e Queda. Que essa coleção se torne um marco no Battle Scenes que com certeza será um jogo totalmente diferente do que conhecemos hoje. Espero também que o lançamento me traga de volta o ânimo para os jogos competitivos e quem sabe, talvez, o monstro saia da jaula algumas vezes mais, haha! BIIIRL!

 

Um forte abraço a todos!

Please reload

Please reload