Please reload

Posts Recentes

Analisando o Battle Scenes... Personagens!

February 7, 2017

Boa tarde pessoas!!!

 

Dessa vez não falaremos do Próximo Campeonato, cards e decks, mas falaremos sobre o Battle Scenes!

 

Discutiremos sobre os personagens do jogo, sua falta de balanceamento, o excesso de Versões e as ausências sentidas!

 

Vamos começar sobre as ausências sentidas, que foi tema recorrente nas rodas de conversas nos últimos meses.

 

É público que durante os anos de 2015 e 2016, a Marvel Comics andou boicotando alguns personagens devido aos diretos sobre a produção de filmes e animações, ficando claro aqui o Universo X-Men e Quarteto Fantástico.

 

Seguindo esse caminho, a Copag fez o mesmo (não sabemos se foi obrigada ou se escolheu), focando suas coleções, desde Iniciativa Vingadores (6° coleção), no MCU (Ou UCM ou Universo Cinematográfico Marvel). Desde então, os mutantes foram lentamente esquecidos no jogo, ficando apenas 2 cards durante algum tempo no meta: Vampira e a famigerada Cassandra! 

 

Um universo com 200 mutantes diferentes ativos (pós saga Dia M) e milhares inativos, não pode ser resumido a 2 cards! 

 

Mesmo assim, o Tanabe no Royal de 2015 mostrou que os mutantes ainda eram fortes e foi campeão do primeiro Battle Royal com eles. Hoje, com o formato Batalha Sitiada sendo o preferencial, o deck dos X-Men, ou de seus inimigos, a Irmandade de Mutantes, foram dizimados.

 

Ainda podemos citar a ausência nos Illuminatis de 2 fundadores: Charles Xavier e Reed Richards, em detrimento a um honorário que ficou por 3 HQs no grupo, o Capitão América.

 

Kang, Destino, Magneto, Fanático, Dentes de Sabre, Galactus e seus Arautos, Skurlls, Shiars.... A maioria dos vilões mais poderosos são desses Universos.

 

Se for por imposição da Marvel, pode ser compreensível, mas se for opção... É burrice!

 

Os jogadores de Battle Scenes, em sua grande maioria, buscam o jogo e desculpam seus erros, por se tratar de um jogo com heróis da Marvel Comics. Heróis que acompanham desde crianças.

 

Em pesquisa, já ficou comprovado que esses jogadores tem entre 18 e 40 anos em sua maioria... Não é um jogo para crianças!

 

Esses jogadores, hoje adultos, tiveram sua infância nos anos 90 e 2000... Quais eram os carros chefes da Marvel nesses anos?

Vingadores? Inumanos? Asgardianos? Fugitivos? NÃO!
 

X-MEN e HOMEM-ARANHA... Os players sentem prazer em jogar com os personagens que fizeram sua infância!

Os primórdios do Battle Scenes (UM e ET) foram escorados nesses dois Universos, somando-se aos Vingadores!

 

O Battle Scenes é um jogo com muito poder de crescimento devido aos filmes, desenhos e HQs... Mas as coleções não devem ser presas apenas nos Filmes... Por que? Porque o jogo fica parado!

 

Mas Thiago, os filmes trazem público... SIM, é verdade.... Mas os filmes tem um Hype que dura 1 ou 2 meses, depois, volta ao normal... E o que fica na verdade... Os seus heróis de infância!

 

Então novos players entram no jogo, ficam jogando por uns meses, o Hype do filme passa, e esses players somem, porque não conseguem jogar com decks competitivos que tenham os personagens favoritos /infância neles.

 

Imaginem uma coleção baseada na HQ Guerras Secretas? Seria quase uma versão 2.0 de UM, ainda com personagens novos, com cenários e suportes baseados na saga. Seria quase seguir o roteiro da HQ para jogar.

 

O Cavaleiro da Lua é um personagem interessante? Sim... Mas é e sempre foi de segundo escalão... Com vários players desconhecendo a história do Herói. Fazendo um paralelo com a DC Comics, vocês prefeririam jogar com o Super-Homem, Batman e Mulher Maravilha ou com Besouro Azul, Gladiador Dourado e Fogo?

 

Antes de OS, todos os players pediam um Homem-Aranha que prestasse, quando ele foi finalmente lançado, todos gostaram e ele estava presente em vários decks, ressurgindo inclusive o deck Vingadores Fantásticos. Em IV, seus inimigos já tinham dado as caras e o deck de Sexteto Sinistro foi formado.

 

Curiosamente, IV saiu no começo do boicote, carregando a Vampira... OS saiu logo após o filme do Aranha ser um fiasco e ele ter sido confirmado no MCU. O quadro abaixo dá uma idéia da situação dos personagens.

 

As pessoas querem jogar com seus heróis e vilões favoritos! O Quarteto Fantástico / Fundação Futuro são necessários... Os X-Men são necessários... A Irmandade é necessária... A X-Force seria um bônus! 

 

Consulte as pessoas a sua volta... E pergunte 20 personagens favoritos da Marvel. No mínimo, 70% não estão mais no jogo com a rotação ou não veem mais jogo devido aos cards que existem hoje!

 

Dessas pessoas, quantas falarão do Cavaleiro da Lua, Alto Evolucionário, Cassandra, Motoqueiro Fantasma 2099... Não digo que eles não devam estar no jogo... Mas com a importância que tem?

 

Cards caros custando 50 a 100 reais com personagens linha B da Marvel os estampando são atrativos para players iniciantes? Não!

 

Vale um reflexão, será que a Copag não estaria com o jogo em outro patamar se ela focasse nos heróis mais conhecidos, com os desconhecidos como apoio, ao invés do que acontece hoje?

 

Que a série do Legião, co-produzida por Fox e Marvel, seja um sucesso e o pontapé inicial para que os Mutantes, o Quarteto e seus inimigos voltem ao time A do Battle Scenes!

 

Este post será ligado ao próximo post... Versões em excesso e Importância distorcida!

 

Abraços a todos

 

 

Please reload

Please reload